A Secretaria Executiva Municipal de Trabalho e Promoção Social de São Félix do Xingu (SEMTEPS) e o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), Estelita Souza, integram a Rede de Proteção de violação dos Direitos das Crianças e Adolescentes.

A Rede de Proteção é composta ainda pelo Poder Judiciário, Ministério Público Estadual do Pará, Polícias Militar, Civil, Conselho Tutelar, Conselho da Criança e Adolescente, entre outras entidades da sociedade civil organizada de São Félix do Xingu.  

Para isso os munícipes xinguenses têm à disposição um canal exclusivo de denúncias que é a nível nacional Disque 100, local (94) 9. 8447 – 7038.

O Centro de Referência Especializado de Assistência Social de São Félix do Xingu, reforça neste período de feriado de Carnaval no município para campanhas de conscientização denominada de “Alerta para o Carnaval”, no enfretamento e ao combate à violência sexual. 

Para isso os munícipes xinguenses têm à disposição um canal exclusivo de denúncias que é a nível nacional Disque 100, local (94) 9. 8447 – 7038.

Pedagoga Silvia Lopes, do CREAS São Félix do Xingu, ressalta que a gravação do vídeo institucional intitulado “Alerta para o Carnaval” tem por objetivo conscientizar a população para os riscos de uma infância desprotegida, além de apresentar a rede de defesa de crianças e adolescentes, que estará com atenção redobrada durante esse feriado de carnaval.

Para isso os munícipes xinguenses têm à disposição um canal exclusivo de denúncias que é a nível nacional Disque 100, local (94) 9. 8447 – 7038.

“O Centro de Referência Especializado de Assistência Social Creas São Félix do Xingu, vem convidar a população Sãofelense para juntos nesta campanha de combate à exploração sexual infantil de crianças e adolescentes estamos mais alertas, fazermos denúncia, buscar formas de proteger e cuidar de nossas crianças e adolescentes. Fique atento, abra os olhos, denuncie! Escute as nossas crianças e nossos adolescentes! Não se cale por esta situação, denuncie, DISQUE 100”, lembra Silvia Lopes.

Rogério Ferreira, Psicólogo reforça que a mobilização do carnaval deste ano aborda o enfrentamento a diversas violações às crianças e adolescentes, como foco para a violência sexual – que se agravam nessa época do ano de carnaval. Ele destaca ainda sobre a Rede Proteção de Crianças e Adolescentes de São Félix do Xingu e que o Disque 100 como o principal canal de recebimento de denúncias sobre violações de direitos humanos do governo federal – sendo essa uma ligação gratuita e com a possibilidade do denunciante agir no anonimato com total sigilo à informação do denunciante.

Para isso os munícipes xinguenses têm à disposição um canal exclusivo de denúncias que é a nível nacional Disque 100, local (94) 9. 8447 – 7038.

“E vale ressaltar também que este período infelizmente é um período que, quando termina as festas, que é as brincadeiras, que é as festividades todas, os índices de casos de abuso contra criança e adolescentes, trabalho infantil, o uso dessas crianças para a prostituição, para o tráfico de drogas, para o crime aumenta de uma forma, assim substancial, ne? Por isso é tão importante os pais, os familiares estarem atentos a tudo que acontece com essas crianças e adolescentes, onde estão, com quem estão, por que? É nós aqui do município de São Félix do Xingu, temos uma rede que está muito atenta e muito alinhada, que são os órgãos do Conselho Tutelar, a Secretaria de Assistência social, o Creas o Cras tudo isso com o apoio da nossa secretária Silvia Regina, que sempre pede, que sempre estar solicitando que fazemos esse acompanhamento, né? Com o apoio do nosso prefeito João Cleber que nos produz todos os insumos, para que nós possamos estar desenvolvendo um bom trabalho nesta campanha”.

 

 

 

#JoãoCleberTrabalhador
#BatistaAbreuTrabalhador
#OTrabalhoVoltou
#QuemAmaCuida
#OtrabalhoNaoPara
#CompromissoComoTrabalho

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.