O médico psiquiatra, Dr. Fernando Campos realiza uma vez por mês atendimento psiquiátrico no Centro de Assistência Psicossocial (CAPS) de São Félix do Xingu.

Para o profissional hoje é uma data importante, devido remeter ao direito do usuário portador de transtorno mental de ter atendimento à saúde, aos melhores tratamentos de saúde, tratado com respeito e humanidade visando alcançar a recuperação e inserção familiar no trabalho e na comunidade, explica.

“Estamos trazendo esse momento de reflexão e discussão da importância da saúde mental como direito do cidadão”, ressaltou o médico psiquiatra, Dr. Fernando Campos.

A Psicóloga Sabrina Laís, expressa que é muito importante trazer esse tema da luta antimanicomial e promover a saúde mental para que todos saibam que todos têm direito ao autocuidado. O CAPS traz essa proposta do autocuidado, do autoconhecimento e acessível a todos”, explica Sabrina Laís.

O dia 18 de maio no Brasil é data que marca a luta antimanicomial. Mobilizações acontecem em todo o país para lembrar as importantes conquistas com a mudança de paradigma em relação à assistência em saúde mental nas últimas décadas, devido à atuação pela reforma psiquiátrica e à luta antimanicomial. O país passou progressivamente de um modelo baseado na exclusão social para um modelo de tratamento aberto territorial-comunitário.

A lei 10.216/2001 instituiu a substituição do atendimento em hospitais psiquiátricos por serviços abertos e de base comunitária.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.