O Governo instituiu por força da Lei nº 11.650/2008 o dia 23 de novembro, como o Dia Nacional de Combate ao Câncer Infantil, e para reforçar a conscientização sobre a doença, que está entre as maiores causas de morte na população infanto-juvenil a médica pediátrica Drª Jaqueline dos Santos, que atende na Unidade de Referência Especializada (URE) de São Félix do Xingu, gravou um vídeo institucional ao qual informa que com o diagnóstico precoce é possível aumentar a chance de sobrevida de cura do paciente em até 80%.

O alerta é da profissional Jaqueline dos Santos da Unidade de Referência Especializada URE e acontece no Dia Nacional de Combate ao Câncer Infantil, celebrado nesta terça- feira.

Informações oficiais do governo dizem que nas últimas quatro décadas, o progresso no tratamento do câncer na infância e na adolescência foi extremamente significativo. Segundo o governo, hoje em torno de 80% das crianças e adolescentes acometidos de câncer podem ser curados, se diagnosticados precocemente e tratados em centros especializados.

A pediátrica Jaqueline Gomes, chama a atenção para a necessidade de atenção nos cuidados com a saúde das crianças. “Todos aqueles que têm contato com as crianças fique atento aos sinais de alerta, principalmente palidez, cansaço, dor de cabeça acompanhada de vômitos, perda de equilíbrio, dos nós ossos, algum nódulo, carocinho no corpo, manchas roxas espalhadas pelo corpo da crianças e diante desse sinais os pais ou responsáveis devem procurar imediatamente uma unidade de saúde”, diz a pediátrica Jaqueline dos Santos da URE de São Félix do Xingu.

#JoãoCleberTrabalhador
#BatistaAbreuTrabalhador
#OTrabalhoVoltou
#QuemAmaCuida
#OtrabalhoNaoPara
#CompromissoComoTrabalho

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *