O prefeito João Cleber se encontrou com o governador Helder Barbalho; o chefe da Casa Civil, Iran Lima; e o deputado federal José Priante. Na pauta sobre o desenvolvimento do município, uma patrol motoniveladora foi garantida.

Equipamento foi garantido pelo governador Helder Barbalho, durante reunião com o prefeito; com o chefe da Casa Civil, Iran Lima; e com o deputado federal José Priante.

O município de São Félix do Xingu receberá uma patrol motoniveladora. O maquinário será essencial para a melhoria de estradas vicinais que interligam a sexta maior cidade do Brasil, em extensão territorial. A doação do equipamento foi um dos temas de uma reunião entre o prefeito João Cleber de Souza Torres (MDB) e o governador Helder Barbalho (MDB). Participaram também o chefe da Casa Civil, Iran Lima, e o deputado federal José Priante (MDB).

Em meio aos assuntos debatidos no encontro, nesta terça-feira (13), o desenvolvimento de São Félix do Xingu foi prioridade. Para isso, argumentou o prefeito João Cleber, garantir a infraestrutura viária no município e expandir as fronteira produtivas era uma necessidade. Foi então que o equipamento foi apontado como uma ferramenta que vai proporcionar a abertura de caminhos e melhoria das pistas existentes.

É importante ressaltar que a cidade está na região Araguaia, uma das que foi posta, por decreto do governador, em situação de emergência. As fortes chuvas têm causado estragos diversos, que vão do direito de ir e vir até a economia de São Félix do Xingu. Com apelo e aprovação do deputado e do chefe da Casa Civil, Helder Barbalho assegurou que vai viabilizar a patrol à cidade.

“A reunião foi para pleitear uma patrulha mecanizada para o município, equipamento extremamente necessário pela extensão territorial e fronteira produtiva que é São Félix do Xingu. Essa patrulha irá nos ajudar muito, já que temos uma malha vicinal muito extensa. Quero aqui agradecer ao nosso governador Hélder Barbalho, ao nosso deputado federal Priante e ao Iran Lima, chefe da Casa Civil”, declarou o prefeito João Cleber.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *