Com o objetivo principal de prevenir, conscientizar e alertar as pessoas sobre o suicídio no município de São Felix do Xingu, a Secretaria Municipal da Saúde, juntamente com o Centro de Atenção Psicossocial – CAPS e da Coordenação da Atenção Básica de Saúde realizou palestra a favor da vida  com o tema: Não Julgue, Ajude!, alusiva ao mês setembro amarelo de prevenção ao suicídio.

O evento teve a efetiva participação de profissionais de saúde e o objetivo do evento foi dialogar com os participantes sobre a prevenção do suicídio, buscando alertar a respeito dos sinais apresentados pelas pessoas, pois o diálogo é a melhor forma para abordar o problema e consequentemente preveni-lo.

Por sua vez, o secretário de saúde Raphael Antônio afirmou que a “sensibilização é uma das formas de combate ao suicídio, por isso precisamos promover e intensificar cada vez mais as ações para que alcance o maior número de pessoas, dentro da sociedade xinguense”, enfatizou.

“Hoje nós estamos fazendo uma ação aqui na Câmara Municipal, com todos os profissionais de saúde principalmente do CAPS e da Atenção Básica fazendo a alusão o Setembro Amarelo que é a prevenção e o combate ao suicídio, é um assunto muito importante que não deve ser debatido e observado apenas no mês de setembro, mais o ano todo, mais esse mês é o mês em que tiramos para preparar o pessoal, a nossa equipe para que ela tenha mais condições de analisar essas pessoas que estão em estado depressivo de tristeza profunda e que possa vim a cometer suicídio, disse Raphael Antônio.

A Psicóloga, Ivonete Pantoja, explica “Lidar com essa questão não é simples, assunto temido em vários ambientes, desde escolas, família, trabalho e, além disso, grande parte das pessoas que vivem o problema da depressão, por exemplo, mergulham no isolamento e com isso aumentam a sua dor, o que pode levar ao suicídio. Esse evento está chamando a atenção da população, mostrando que no município tem profissionais capacitados para lidar com essa situação e ajudar a superar”, afirmou a Psicóloga.

Então, é uma forma de sensibilizar tanto os profissionais da saúde, como a população em geral e os fatores de risco, grupo mais vulneráveis, eles estão relacionados a adolescentes entre 15 e 30 anos, idosos também, grupos LGBT que são pessoas que tentam o suicídio de duas a quatro vezes a mais do que os heterossexuais, índios também tem aparecido essa demanda, homens eles tem tirado mais as suas vidas embora as mulheres tenham tentado mais, as formas que eles tentam são mais lentais, então eles alcançam mais o suicídio, o objetivo de fato, outa questão são os transtornos mentais, 90% das pessoas que cometem suicídio mesmo que elas desconheçam elas sofriam de algum transtorno mental.

O mês de setembro no Brasil é conhecido pelo movimento nacional para a prevenção do suicídio e pela valorização da vida, o Setembro Amarelo. Sabendo da importância deste movimento para a conscientização e sensibilização da população, a prefeitura de São Félix do Xingu realizou ações com a população do município.

O mês de setembro foi escolhido pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) e pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), pois no dia 10 do mesmo mês é celebrado o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio. O movimento de sensibilização “Setembro Amarelo” teve início em 2014.
Segundo o site da campanha, o Brasil tem em média 12 mil suicídios ao ano e no mundo são registrados mais de 01 milhão de casos.

Prefeitura Municipal de São Félix do Xingu.

Compromisso com o trabalho!

#JoãoCleberTrabalhador
#BatistaAbreuTrabalhador
#OTrabalhoVoltou
#QuemAmaCuida
#OtrabalhoNaoPara
#CompromissoComoTrabalho

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *