Por Fato/ Regional/ Foto: Assessoria de Comunicação da Prefeitura de São Félix do Xingu.

 

Em reunião com uma comissão dos bombeiros, o prefeito reafirmou a parceria e expectativa de ter um grupamento do Corpo de Bombeiros na região. A comissão do CBM se reuniu com a Defesa Civil Municipal e Secretaria de Obras, para alinhar os futuros serviços.

O prefeito de São Félix do Xingu, João Cleber Torres (MDB), se reuniu com uma comissão do Corpo de Bombeiros Militares do Pará. O encontro alinhou as tratativas da instalação de um grupamento da corporação no município. Já há obras em andamento para a criação do quartel, que logo poderá dar mais segurança e pronta resposta a acidentes diversos na região da PA-279. Ourilândia do Norte e Tucumã também não têm presença de bombeiros.

O prefeito de São Félix do Xingu, João Cleber Torres (MDB), se reuniu com uma comissão do Corpo de Bombeiros Militares do Pará. O encontro alinhou as tratativas da instalação de um grupamento da corporação no município.

Na reunião, os bombeiros tiveram contato com a Defesa Civil do Município de São Félix do Xing e a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos. O pleito por um grupamento do CBM é antigo na região, que não conta nem com socorristas, nem Defesa Civil Estadual e nem estrutura de combate a incêndios. A referência mais próxima da corporação na região fica em Redenção, mas é uma distância considerável. Os militares já têm uma série de demandas do próprio município para atender.

“Os bombeiros estiveram em nosso município, para ver nossa situação, e confirmar a parceria com a Defesa Civil Municipal. Logo teremos instalado o CBM fisicamente. Sobre isso, quero agradecer a parceria com o Governo do Estado, na gestão do govenador Helder Barbalho, para atender esse desejo antigo e necessário para a segurança e desenvolvimento do nosso município. Vamos trabalhar!”, declarou João Cleber.

O prefeito de São Félix do Xingu, João Cleber Torres (MDB), se reuniu com uma comissão do Corpo de Bombeiros Militares do Pará. O encontro alinhou as tratativas da instalação de um grupamento da corporação no município.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *