O sonho de produtores rurais xinguenses que vivem na zona rural é ter a situação regularizada quanto às terras que vivem, onde plantam, colhem, produzem agricultura familiar, garantem o sustento.

Francisco Torres ‘ Torrinho’ Presidente do Sindicato Rural de São Félix do Xingu frisou as ações integradas entre o Governo Municipal com o Estadual e a classe produtora em atender a pauta ligada ao agronegócio. 

168 famílias de São Félix do Xingu poderão não apenas dizer, mas comprovar que possuem propriedades rurais. Em cerimônia de entrega de títulos do Programa de Regularização Fundiária do Governo do Estado do Pará, coordenada através do Instituto de Terras do Pará (Iterpa) por meio do Territórios Sustentáveis e Regulariza Pará contextualizado ainda pelo o Programa Amazônia Agora e a efetiva participação  da prefeitura local e o Sindicato dos Produtores Rurais de São Félix do Xingu.

168 famílias da Vila Xadá entre outras regiões de São Félix do Xingu poderão não apenas dizer, mas comprovar que possuem propriedades rurais com o recebimento de títulos de terras. 

De acordo com o prefeito João Cleber é a segunda vez em sua administração que os xinguenses recebem títulos de propriedade rural e, ainda, ressaltou a importância da regularização. “Além de garantir o direito à terra, um sonho do homem do campo, também traz qualidade de vida e dignidade. Com o título em mãos, o agricultor, produtor rural terá uma série de benefícios como por exemplo, acesso às políticas de crédito rural por meio do Banpará – Bio e outros programas da agricultura familiar”, comemorou o prefeito que aproveitou para parabenizar a atuação do Governador Helder Barbalho e de Francisco Torres o Torrinho reforçando a necessidade para ampliação dessas ações no município.

168 famílias da Vila Xadá entre outras regiões de São Félix do Xingu poderão não apenas dizer, mas comprovar que possuem propriedades rurais com o recebimento de títulos de terras.

Francisco Torres ‘ Torrinho’ Presidente do Sindicato Rural de São Félix do Xingu frisou as ações integradas entre o Governo Municipal com o Estadual e a classe produtora ligada ao agronegócio. “E muito importante essa questão da regularização fundiária, por que nós produtor rural precisa desse documento para garantir segurança jurídica e garantir de maneira efetiva o acesso a crédito. Também foi importante esse anuncio da construção da Ponte a onde o produtor rural terá mais comodidade e economia para transportar a produção rural”, pondera Torrinho. 

Francisco Torres ‘ Torrinho’ Presidente do Sindicato Rural de São Félix do Xingu frisou as ações integradas entre o Governo Municipal com o Estadual e a classe produtora ligada ao agronegócio.

Representando todas as famílias contempladas, Maria Ribeiro comemorou: “esse título é muito importante para nós, quero agradecer a todos, o nosso prefeito João Cleber, Torrinho e todos os outros envolvidos que nos ajudaram a receber esse documento que vai mudar as nossas vidas aqui na comunidade do Xadá”.

AMAZÔNIA AGORA – O Programa Territórios Sustentáveis é um dos eixos do Plano Estadual Amazônia Agora, coordenado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), com o objetivo de garantir desenvolvimento sustentável no campo, por meio de apoio técnico, fomentos, regularização fundiária e ambiental e acesso a novos mercados aos produtores rurais.

O Territórios Sustentáveis foi desenhado considerando a necessidade de um impulso socioeconômico nas regiões mais afetadas pelo desmatamento.

Dentro do Plano Estadual Amazônia Agora, a Política de Atuação Integrada de Territórios Sustentáveis (TS) foi instituída pelo Decreto Estadual nº 344, de 10 de outubro de 2019, com o objetivo de cumprir compromissos globais de desenvolvimento sustentável, as Contribuições Nacionais Determinadas (NDCs) e os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável em âmbito estadual. As diretrizes são a conservação do capital natural; a promoção do desenvolvimento socioeconômico em bases sustentáveis, a partir do aumento da eficiência na produção pecuária e agroflorestal; e a recuperação de áreas alteradas e degradadas. O Territórios Sustentáveis foi desenhado considerando a necessidade de um impulso socioeconômico nas regiões mais afetadas pelo desmatamento.

Compromisso com o trabalho!

#JoãoCleberTrabalhador

#BatistaAbreuTrabalhador

#OTrabalhoVoltou

#QuemAmaCuida

#OtrabalhoNaoPara

#CompromissoComoTrabalho

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *