Técnicos da Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de São Félix do Xingu, participaram nesta sexta – feira (03) de um dia campo em uma propriedade rural do KM 21 às margens da rodovia estadual P A 279.

O dia de campo contou também com servidores da Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca – Sedap, Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará – Emater e da Ong The Nature Conservancy – TNC.

Vanessa Macedo agricultora da região do Santa Rosa e estudante do curso de ciências biológicas no Campus da Universidade Federal do Sul e Sudeste de São Félix do Xingu – Unifesspa, compareceu na reunião para aprimorar seus conhecimentos e obter informações sobre o Programa do Governo do Pará, Territórios Sustentáveis.  

“É a minha avaliação é muito boa, porque eu estou me formando em ciências biológicas né, e para mim isso é muito importante porque preservar o meio ambiente isso para mim é fundamental é esse projeto deles é muito importante porque a minha região ela necessita muito disso né, que a minha região é a região do Santa Rosa”, disse Vanessa Macedo.

José Edinaldo extensionista rural da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (EMATER) explica que a participação da Emater no programa garante aos produtores rurais além de assistência técnica associada a elaboração de projetos oportunizando para que os produtores rurais possam ter acesso a crédito rural por meio do Banpará – Bio.

“Trazer mais tecnologia para o produtor rural né, prestar assistência técnica através de cada técnico, nas áreas do produtor rural e também através de fomentando através da SEDAP, da SEMMAS para fomentar o produtor rural, para implantar seja safs, seja o melhoramento do capim, da área plantada de capim né, plantação de banana para o sombreamento do cacau, a maniva também para sombreamento do cacau. A EMATER está envolvida para a assistência técnica, também para elaboração de projetos financiamentos para cada produtor rural que assim quiser pleitear junto a qualquer banco”, enfatiza Edinaldo.

Henrique Cavalcante, coordenador regional da Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (Sedap), explicou que o Governo do Pará tem como meta através do Programa estadual Territórios Sustentáveis alinhando produção com sustentabilidade dentro também das ações do Programa Amazônia Agora que atua de forma integradas com diversos órgãos.  

“É hoje nós estamos com a primeira parte do fomento da SEDAP, para o programa Território Sustentáveis, é um programa de suma importância e já aproveitar a ocasião para parabenizar o nosso governador Helder Barbalho por ter tido a sensibilidade e entender a importância desse desenvolvimento sustentável no qual hoje o produtor está tendo uma mentalidade diferente que para produzir e obter renda não precisa derrubar é sim plantar, tendo assim um desenvolvimento sustentável”.

Para Marlos Peterle secretário municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento da Prefeitura de São Félix do Xingu as políticas públicas estão chegando ao homem do campo de maneira bem objetiva e neste caso aqui na propriedade com a distribuição de 70 mil mudas de diversas espécies de banana e rama de maniva de mandioca dará aos produtores rurais a possibilidade de incrementar fomento, quer que seja com produção de farinha e comercialização da banana além de poder contribuir com sombreamento para o plantio de cacau.     

“Então dizer que a secretaria de agricultura está apoiando o homem do campo junto com a SEDAP, com a EMATER, junto com os órgãos Ideflor, junto com os órgãos que estão trabalhando junto com o território sustentável, e dizer também que o município vai estar trabalhando no jardim clonal, com essas espécies de banana, de mandioca que está sendo entregue para o produtor para que o município sempre tenha uma genética interessante desses produtos para oferecer para o homem do campo”.

O Programa Territórios Sustentáveis é um dos eixos do Plano Estadual Amazônia Agora (PEAA), coordenado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas). Suas ações são realizadas por uma força-tarefa, que reúne Semas, Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater), Instituto de Terras do Pará (Iterpa), Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará), Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade (Ideflor-Bio), Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme), Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap) e Banco do Estado do Pará (Banpará).

 

#JoãoCleberTrabalhador
#BatistaAbreuTrabalhador
#OTrabalhoVoltou
#QuemAmaCuida
#OtrabalhoNaoPara
#CompromissoComoTrabalho

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *