“Todas as pessoas sexualmente ativas devem realizar o teste de sífilis, principalmente gestantes que podem transmitir a doença para o filho e provocar graves consequências, como aborto espontâneo, parto prematuro, cegueira, deficiência mental, problemas cardíaco ou morte ao nascer, por isso e de grande importância essa capacitação para nós profissionais de saúde”, essas são as orientação do médico Fabrício Alencar, lotado no Centro de Testagem Aconselhamento (CTA), de São Félix do Xingu.

Diante desse cenário é que a Prefeitura de São Félix do Xingu, através da Secretaria executiva Municipal de Saúde (SEMSA) com apoio de técnicos da Secretaria de Estado da Saúde Pública do Pará (SESPA) junto com a 12º Centro Regional de Saúde do Araguaia Paraense desde do ano passado vem realizando uma série de ações que envolvem capacitação e treinamento objetivando o tratamento da doença Sífilis.

A capacitação é direcionado para profissionais da Atenção Básica do município, maternidade, UPA, URE, Laboratório , Hospital composto por médicos, enfermeiros, farmacêuticos, bioquímicos entre outros. Segundo levantamento feito junto ao Centro de Testagem e Aconselhamento órgão ligado à Secretaria Municipal de Saúde, revelam que entre os anos de 2021 até os atuais dias do ano de 2022 foram notificados aproximadamente 300 casos de Sífilis em Gestantes, Sífilis Adquirida e Sífilis Congênita.

Dra. Charliana Aragão Damasceno, com formação acadêmica em Biologia Agente Infeccioso Parasitária, consultora no projeto da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) e a Organização Mundial de Saúde (OMS), lotada na Secretaria Estadual de Saúde Pública do Pará (SESPA), palestrou para os profissionais de saúde de São Félix do Xingu explica que essa capacitação visa desenvolver um Plano Estadual que permitirá a eliminação da transmissão vertical da Sífilis.

Para isso foi criado um grupo técnico através de portaria que dará suporte para toda a rede municipal de saúde como ferramenta de ampliação do acesso a promoção, proteção, prevenção, tratamento e diagnóstico precoce reduzindo as doenças infecciosas como Sífilis em Gestantes, Adquirida e Sífilis Congênita.

 

#JoãoCleberTrabalhador
#BatistaAbreuTrabalhador
#OTrabalhoVoltou
#QuemAmaCuida
#OtrabalhoNaoPara
#CompromissoComoTrabalho

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.