Técnicos da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMAS), e da Secretaria Executiva Municipal de Meio Ambiente e Mineração (SEMMAS) com a participação de professores lotados na Secretaria Executiva Municipal de Educação (SEMED), estiveram percorrendo a principal praia de maior movimento de fim de semana do Rio Xingu.

Os servidores ambientais da Prefeitura de São Félix do Xingu estão recebendo desde de segunda – feira capacitação em Educação Ambiental ao qual abrangem também professores e pessoas ligadas a entidades da sociedade civil e organizada para que ambos possam ser multiplicadores ambientais no município.

Durante a visita a campo na praia do Porco, os técnicos da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Pará, constataram que a Prefeitura de São Félix do Xingu, disponibiliza diversos pontos de descartes e coleta de lixo, porém, mesmo assim ainda foi possível encontrar materiais estranhos aos meio ambiente, descartados nas margens da praia do Rio Xingu como; garrafas de água, latas de cerveja, copo plástico, material cortante, vidro, sacolas, entre outros resíduos sólidos que agridem a natureza, podendo inclusive trazer sérios problemas de saúde para as pessoas e contaminação de peixes.

E diante deste cenário que Edira Vidal, Coordenadora de Programas e Projetos de Educação Ambiental do Pará, explica que essas ações servem para que os técnicos estejam orientados, capacitados para sensibilizar a população sobre a conscientização ambiental e consequentemente para conservação das praias, explica Vidal.

“Por que a visita de campo objetiva é que eles visualizem e nos informem qual o problema maior da praia, tanto da praia, tanto dos lixões, isso assim é um processo que a gente vai amanhã acompanhá-los hoje é só uma visita visual né, que amanhã a gente vai problematizar dentro de sala, mais de primeiro a gente já viu resíduos de plásticos, garrafas, e o mais importante é que a gente viu também o lado positivo que são os coletores que estão nas praias, na praia, em vários locais a gente viu que a distância dos coletores são bem próximas, então o que está faltando é a falta de sensibilização desse banhista, desse veranista e até mesmo da população local da praia e do município”, explica Vidal.

O servidor Frankllyvan Freitas, servidor da Secretaria de Meio Ambiente e Mineração de São Félix do Xingu, explica que essa capacitação em Educação Ambiental vem agregar conhecimentos na legislação ambiental e que nessa percorrida nas praia infelizmente era perceptível ação do homem na natureza que após de usufruir das aguas e da praia deixam para trás lixo como garrafas, sacolas plásticas, o que levam anos para se decompor na natureza.

“Infelizmente ainda existe muitos lixos como garrafas, fogão velho, geladeira, coisas de ventilador, coisas que a gente vai ter agora final de semana, é o clenap e aí a gente vai está fazendo todo esse recolhimento dos lixos”.

“É um curso muito gratificante para o nosso município, quero aqui agradecer ao nosso prefeito João Cleber, ao nosso secretário Sérgio que não tem medido esforços para trazer esse pessoal pra cá, veio o pessoal da Semas do estado, aqui é firmar a parceria do governo do estado, do Helder Barbalho, junto com a prefeitura municipal, graças a essa amizade, esse afeto do prefeito João Cleber com o governador, estamos aqui hoje, para esse grande curso, esse grande evento, que a prefeitura e a semas tem colocado pra gente” Pontou Zambiank Alves.

 

 

 

#JoãoCleberTrabalhador
#BatistaAbreuTrabalhador
#OTrabalhoVoltou
#QuemAmaCuida
#OtrabalhoNaoPara
#CompromissoComoTrabalho

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.